Truckvan

IMPRIMIR - +

TAMANHO DA FONTE

24/09/2019 • 03h30

GENTE OU ROBÔ?

Artigo extraído do LinkedIn de Alcides Braga, presidente da Truckvan

Texto original: LinkedIn de Alcides Braga

Resolvi fazer este artigo após ler esta matéria:

https://valor.globo.com/carreira/noticia/2019/09/13/profissionais-preferem-perder-emprego-para-robos-do-que-para-colegas.ghtml

Não me considero uma pessoa tecnológica, então, quando me deparo com conteúdos sobre inteligência artificial, blockchain, impressora 3D e tudo mais, eu só vejo o lado positivo e fico pensando que essas novas tecnologias e as que ainda vão surgir trarão grandes benefícios para nossa vida, pois afetarão o que mais temos de precioso: o TEMPO.

Elas desburocratizarão e otimizarão processos, gerando uma maior agilidade/produtividade e nos dando a possibilidade de ampliarmos nossos horizontes e conhecimentos.

E os empregos? Como serão?

Posso ter uma leitura rasa sobre o assunto, mas reforço aqui o meu pensamento:

Não tenha medo de ser substituído por um robô. Tenha receio de trabalhar como um robô, de fazer suas tarefas no modo piloto automático, mecânico, sem sorrir, sem se divertir, sem ter prazer, de fazer só por fazer, pois tem contas a pagar e não pode ser demitido.

Não trabalhe só para sobreviver. Trabalhe para VIVER e VIVER INTENSAMENTE.

Lembre-se de que somos seres únicos e que nossas experiências, bagagens, frustrações e conquistas não podem ser copiadas por ninguém, pois só nós sabemos o que sentimos, como aprendemos com elas e o que queremos.

O nosso grande diferencial está no quanto SOMOS HUMANOS.

Assim, um robô não será uma ameaça, mas um importante aliado para te empoderar e te dar mais TEMPO para você CRIAR, INOVAR e se DESENVOLVER enquanto ele realiza tudo aquilo que uma tecnologia consegue ser melhor do que nós (meros mortais).

Um novo modelo de negócios ganhará cada vez mais força.

As nomenclaturas abaixo começarão a ser substituídas:

B2B (business to business): “empresa para empresa”;

B2C (business to consumer):“empresa para consumidor”;

C2C (consumer to consumer): “consumidor para consumidor”;

B2G (business to government): “empresa para governo”;

B2E (business to employee): “empresa para funcionário”.

E as relações passarão a ser geridas com mais afinco pelo:

H2H (human to human): “humano para humano”

Eu prefiro chamar de D2D (dreamer to dreamer): “sonhador para sonhador”, pois, no meu entendimento, você só consegue construir relações de fidelidade quando todos (empresa, funcionário e cliente) sonham juntos. O sucesso do seu cliente e a satisfação do seu funcionário são sua maior propaganda, recompensa e motivação para existir. Para isso, é necessário sempre enxergar pela ótica das pessoas e alinhar expectativas.

Desta forma, acredito que os SERVIÇOS melhorarão significativamente, pois enquanto as tecnologias/máquinas/robôs estiverem produzindo aquilo que fazíamos com forças físicas e processos demorados e desgastantes, nós estaremos focando nosso VALIOSO TEMPO em evoluirmos em relações humanas, inteligência emocional, empatia, criatividade, personificação e outras formas de gerar ENCANTAMENTO E ENGAJAMENTO.

Assim, o nosso slogan se tornará cada vez mais literal:

JUNTOS #SOMOSILIMITADOS

VEJA TAMBÉM

2016 © Truckvan

123eSite