Truckvan

Selo
IMPRIMIR - +

TAMANHO DA FONTE

28/02/2020 • 02h34

CONCORRÊNCIA OU MORTE!

Artigo extraído do LinkedIn de Alcides Braga, presidente da Truckvan

Crédito da foto: Alexandre de Paulo

Texto original: LinkedIn Alcides Braga

Conhece aquela Fábula das Duas Zebras?

Uma treinava e a outra não. A acomodada virou para esforçada e disse:

“Por que você está treinando? Não adianta. O leão sempre será mais rápido do que a gente”.

A esforçada, então, respondeu:

“Eu sei disso. Eu só preciso ser mais rápida do que você”.

Quem viveu intensamente os Anos 80 e início dos Anos 90, mais exatamente, a era pré-Collor, vai assimilar mais facilmente essa narrativa. Contextualizando a todos, esse período foi uma época em que as empresas nacionais não conseguiam exportar porque não tinham competitividade, qualidade nem tecnologia. Consequentemente, elas também não evoluíam para oferecer produtos melhores. Resumindo, os clientes tinham que se conformar e se contentar com o que a Indústria oferecia.

As empresas brasileiras se protegeram tanto por medo da concorrência internacional que o que aconteceu foi justamente o efeito contrário: muitas companhias ficaram estagnadas no tempo e têm que todo dia correr atrás do prejuízo para amenizá-lo ao máximo.

Felizmente, o mundo mudou radicalmente e hoje vivemos a Era da Globalização.

Feita essa introdução, agora posso voltar para o tema central deste artigo com duas perguntas-chave:

Como você enxerga seus concorrentes?

Eles são uma ameaça para os seus negócios?

Eu costumo dizer que a Truckvan e o mercado de Unidades Móveis se desenvolveram juntos aqui no Brasil e em função um do outro. Nós nos propusemos a modernizar e fazer produtos com automação e alta tecnologia embarcada e que não deixavam nada a desejar ao que encontrávamos durante nossas visitas ao Salão do Automóvel na Alemanha (Internationale Automobil-Ausstellung – IAA) e outras feiras na Europa, EUA e Oriente Médio. Nós até superávamos no quesito acabamento.

A Truckvan foi naturalmente (até meio que por osmose, rsrs) se desafiando pelas realizações e entregas e se tornou uma empresa de vanguarda pela nossa obsessão de fazer diferente e de inovar. Uma prova clara disso é que nosso nome virou uma metonímia para Projetos Itinerantes e diversas vezes recebemos mensagens destes tipos:

“Quanto custa uma Truckvan de comida?”

 “Quero uma Truckvan de Beleza”

“Qual Truckvan tem disponível para locação?”

Com o passar dos tempos, fui percebendo que quanto mais ampliávamos nossa estrutura, portfólio, equipe e mudávamos de patamar, mais precisávamos zelar e manter nossa imagem intacta, pois nossos clientes estavam cada vez mais exigentes. Para isso, passei a olhar o Setor de outra forma e focar nossa Análise Competitiva da seguinte maneira:

Não é sobre nós (empresas/concorrentes). É sobre eles (consumidores/clientes), ou seja, temos que nos esforçar cada vez mais para ouvir para entender a PESSOA cuja dor/necessidade/sonho, nosso produto/serviço pode resolver.

E aqui que entra o papel fundamental do seu CONCORRENTE.

Conhecer seus concorrentes provavelmente é tão importante quanto conhecer seu público. Só assim você saberá qual é a grande PROPOSTA DE VALOR da sua empresa e como pode se diferenciar dos demais.

Desta forma, você irá EVOLUIR em todos os sentidos, pois quando nos sentimos pressionados, somos melhores e descobrimos uma força extra.

Mas se você encarar seu concorrente como inimigo ou insignificante e nem demonstrar interesse em saber mais sobre ele, poderá sofrer consequências disruptivas. Haja vista a história da Blockbuster, que não deu, literalmente, o devido valor à Netflix.

Pois bem, agora chegou o momento de eu mesmo responder às perguntas-chave baseado em experiência própria: não vejo nossos concorrentes como uma ameaça aos nossos negócios, mas sim como uma incrível OPORTUNIDADE para nos capacitarmos constantemente e sempre mantermos como foco principal o SUCESSO DO NOSSO CLIENTE.

Eu, por exemplo, vibro quando vejo empresas do segmento de Implementos Rodoviários crescendo e se destacando por serem corretas, íntegras e prezarem pela qualidade, conhecimento e estrutura a fim de oferecerem melhores soluções para os clientes. E, para minha alegria, a cidade de Guarulhos é um Grande Celeiro desse Setor.

Por outro lado, fico muito triste quando sou informado do fechamento de fábricas e decepcionado quando descubro que algumas buscam imitar descaradamente as bem-sucedidas, mas estão queimando etapas e não tendo o cuidado de zelar por processos e procedimentos adequados.

A real é que quando há uma Concorrência Saudável e Leal, TODO MUNDO CRESCE e quem mais ganha são os CLIENTES, pois eles passam a ter mais poder de escolha e comparação.

Em suma, para facilitar o debate e tornar o meu pensamento mais didático, compartilho o que mais aprendi sobre CONCORRÊNCIA quando mudei meu olhar sobre o tema:

-Concorrentes não te matam. Eles te fortalecem;

-O SOL brilha para todos;

-Foque mais em como seu cliente quer ser atendido do que como seu concorrente está atendendo;

-Não encare “Concorrente” como Ameaça, mas sim como OPORTUNIDADE para você evoluir constantemente;

-Encoraje, inspire e dê forças e ouvidos para quem está começando e para quem está pensando em desistir.

Em outras palavras, quanto mais você se preocupar com o CLIENTE, mais concorrentes terá, pois você não olhará mais com a sua visão de empresa, mas sim sob a ótica do consumidor, logo, imaginará várias possibilidades (até fora do seu mercado) para resolver aquela dor. E se a gente consegue imaginar, a gente consegue criar/encontrar/descobrir/solucionar e preencher lacunas que antes não enxergávamos.

Finalizo, desejando muito SUCESSO para os concorrentes visíveis e intangíveis e que possamos sempre COMBATER o BOM COMBATE e guardar O CLIENTE.

JUNTOS #SOMOSILIMITADOS

VEJA TAMBÉM

2016 © Truckvan

123eSite