Truckvan

IMPRIMIR - +

TAMANHO DA FONTE

15/04/2019 • 03h45

COMO PERDER SEU MELHOR FUNCIONÁRIO

Artigo extraído do LinkedIn de Alcides Braga, presidente da Truckvan

Texto original: LinkedIn Alcides Braga

Sim, eu sei que este título causa estranheza e de maneira alguma quero estimular demissões ou transmitir insensibilidade, muito pelo contrário, meu objetivo é compartilhar o que aprendi ao longo das minhas experiências profissionais e pessoais a fim de gerar reflexão, mesmo que você discorde completamente do meu pensamento, rsrs.

É claro que fico triste quando alguém vem na minha sala para dizer que vai sair da Truckvan por esse ou aquele motivo, mas uma situação em especial mexeu com meu coração e me despertou a vontade de escrever este artigo. Final da tarde de uma segunda-feira não qualquer, conhecida como 11 de março de 2019, entra na minha sala uma das pessoas mais incríveis, criativas e verdadeiras que já conheci em toda minha vida: Lia Braga, não, ela não é minha parente (de sangue), mas se tornou de intensidade.

Antes de ingressar na nossa Família no dia 1° de novembro de 2012, Lia era produtora de uma grande agência e foi, inclusive, cliente da Truckvan. Como ela se apaixonou pelas nossas Soluções sobre Rodas, em uma conversa bem informal, eu a convidei para criar o Departamento de Eventos e ela aceitou o desafio. Pois bem, em quase 7 anos, Lia transformou a nossa empresa em uma das principais fornecedoras de live marketing do País, conquistando o prêmio AMPRO Globes Awards e atendendo mais de 400 agências de propaganda/comunicação/marketing. Lia ganhou um novo sobrenome: Lia da Truckvan. A Truckvan virou uma metonímia para Lia. Como diria Raul Seixas na música Coisas do Coração, “os dois viraram de repente uma palavra só, igual a um nó que nunca se desfaz, famintos um do outro como canibais. Paixão e nada mais! Paixão e nada mais!”

Truckvan conquista o AMPRO Global Awards na categoria Melhor Fornecedora

Foi Lia, por sinal, que teve a inspiração, perspicácia e tato de criar o slogan que simboliza perfeitamente a nossa essência: #SOMOSILIMITADOS. E mais do que uma hashtag, Lia colocou em prática o que sempre prezamos desde o início, em 20 de janeiro de 1992: nunca dizer “não” para o cliente antes de se esgotar todas as possibilidades de falar “sim”, virtude essa que não significa perfeição, mas sim uma busca constante por querer surpreender e superar as expectativas que depositam em nós, e uma vontade incessante de ser melhor do que ontem. Não somos meros prestadores de serviços, somos coparticipantes de sonhos.

E de tanto Lia vender e sonhar junto com os nossos clientes, Lia acabou sendo picada pelo EMPREENDEDORISMO e comprou MOBILIDADE. Isso mesmo, ela agora trilhará seu lindo caminho na Chapada dos Veadeiros (tinha que ser em um estado com a sigla GO para Lia ir mesmo, rsrs) onde transformará trailers em hospedagens e experiências maravilhosas para os turistas. Eu faço questão de ser o primeiro cliente.

Lia não foi a primeira e não será a última. Em agosto de 2017, o nosso, então, produtor de eventos Thiago Salles saiu da Truckvan para se dedicar exclusivamente à ONG Hamburgada do Bem, que realiza um trabalho fantástico e impacta milhares de crianças por todo Brasil.

O que quero dizer com tudo isso?

É que não estou perdendo funcionários, e sim o Brasil é que está ganhando grandes EMPREENDEDORES. O caminho mais promissor é se transformar em um líder que se interessa pela equipe, que foca nas pessoas, não apenas nos processos. Convém lembrar a observação de Dale Carnegie, autor do clássico “Como fazer amigos e influenciar pessoas“, quando disse que “interessando-nos pelos outros, conseguimos fazer mais amigos em dois meses do que em dois anos a tentar que eles se interessem por nós”.

Afinal, os melhores líderes não criam seguidores; eles criam mais líderes. Quando compartilhamos liderança, somos todos muito mais inteligentes, mais ágeis e mais capazes a longo prazo, especialmente quando esse longo prazo é repleto de desafios desconhecidos e imprevistos.

Agora que já contextualizei tudo que era necessário, posso dividir com você o que absorvi de melhor nestas situações e dar dicas de COMO PERDER SEU MELHOR FUNCIONÁRIO:

– Seja uma liderança transformacional. Enxergue o melhor nas pessoas e as motive por meio de exemplos/atitudes

– Esteja mais interessado em ouvir a história do outro do que falar sobre si próprio

– Estimule seu colaborador a evoluir e crescer, primeiro, como PESSOA. O resto é consequência

– Mostre claramente que você confia neste funcionário e o elogie especificamente

– Nunca o critique na frente dos outros. Chame-o reservadamente para dar um feedback.

– Faça com que ele se sinta sempre desafiado da forma mais positiva possível

Se você seguir estes tópicos acima da forma mais natural e espontânea possível, certamente, terá grandes resultados e seres humanos melhores do que você ao seu redor.

VEJA TAMBÉM

2016 © Truckvan

123eSite