Truckvan

Selo
IMPRIMIR - +

TAMANHO DA FONTE

29/05/2018 • 05h11

Hackatruck da IBM inicia segunda fase e capacita alunos em IoT

Produzida pela Truckvan, Unidade Móvel ficará na PUC-Campinas até 8 de junho.

A PUC-Campinas é a primeira universidade do País a receber o Hackatruck, segunda etapa do projeto de educação da IBM, que conta com o apoio da Apple e Flex, e execução do Instituto Eldorado. Produzido pela Truckvan, o laboratório tecnológico itinerante da empresa fez a primeira parada em Campinas, neste mês de maio, e vai ficar por aqui até 8 de junho, para capacitar cerca de 30 alunos da Universidade de Cursos da área de Tecnologia da Informação, em tecnologias relacionadas a projetos de IoT (Internet of Things).

CLIQUE AQUI E VEJA FOTOS DA 1° FASE DO HACKATRUCK

O laboratório itinerante funciona em um caminhão no estilo “makerspace”, ou seja, um espaço onde os alunos poderão criar e desenvolver protótipos de projetos relacionados ao tema Internet das Coisas. Com grande potencial de crescimento, tem atraído cada vez mais profissionais e estudantes da área. De acordo com dados da consultoria IDC, IoT deverá movimentar US$ 8 bilhões no Brasil neste ano. Os principais investimentos na tecnologia devem partir de setores como saúde, indústria, agricultura e infraestrutura urbana.

O curso oferecido pela IBM é gratuito e tem seis semanas de duração, com carga horária de 120 horas. Durante este período, os alunos selecionados para as aulas serão capacitados na linguagem de programação Swift para iOS, utilizarão as metodologias mais avançadas de desenvolvimento (DevOps, Agile, Scrum e Design Thinking) e tecnologias voltadas à Internet das Coisas. Além disso, todos os participantes poderão desenvolver protótipos de suas ideias. Neste ano, os alunos serão desafiados a criar projetos relacionados a sete temas de grande importância para a sociedade: Saúde, Educação, Indústria 4.0, Varejo, Segurança, Mobilidade Urbana e Sustentabilidade. Além da grade oficial, haverá palestras sobre novas tecnologias, como Inteligência Artificial, Computação Quântica e Blockchain, e carreiras em TI.

De acordo com a Diretora da Faculdade de Análise de Sistemas da PUC-Campinas, Profa. Me. Sílvia Cristina de Matos Soares, para os alunos representa o reconhecimento que as empresas de TI têm pelos Cursos de Engenharia de Software, Sistemas de Informação e Gestão de TI da Universidade. “Nessa segunda edição do projeto Hackatruck, os alunos têm a oportunidade de aprender na prática a desenvolver projetos com a tecnologia atualizada de IoT que é fundamental para a atuação no mercado de trabalho relacionado à indústria 4.0”, destaca.

Na primeira fase do projeto, realizada entre setembro de 2014 e dezembro de 2017, o Hackatruck percorreu mais de 48.000 km e passou por 28 universidades em todas as regiões do País. Cerca de 4 mil alunos assistiram às aulas e aos workshops. O Líder de Parcerias Educacionais e Pesquisa & Desenvolvimento da IBM Brasil, Carlos Hopf, explica que, na primeira fase, o caminhão funcionava como uma sala de aula e que, nessa segunda etapa, a ideia foi tornar a experiência mais prática. “A gente quer que os alunos se desenvolvam para que ajudem o país a se desenvolver cada vez mais na área de tecnologia. O Hackatruck é um projeto muito importante nesse sentido e os resultados da primeira fase nos deixam muito felizes e engajados para lançar uma nova edição”, afirma.

Sobre o Hackatruck
O Hackatruck é um projeto da IBM Brasil de capacitação profissional de estudantes universitários de TI. Liderado pela IBM Brasil, o projeto conta com apoio da Flex e da Apple, com execução do Instituto de Pesquisas Eldorado e parceria da Epson, Bosch, Dremel, Engraver, Norion, Rexhoth e Truckvan. A iniciativa busca colocar estudantes em contato com novas tecnologias e estimular a inovação na área acadêmica.

Fonte: Site da PUC Campinas

 

 

VEJA TAMBÉM

2016 © Truckvan

123eSite